Com as mudanças de hábitos ditadas pela vida moderna, esse problema está cada vez mais presente. Procure seguir as orientações abaixo e se ainda assim sua halitose persistir, procure atendimento especializado.

  • Tenha uma dieta balanceada.

  • Beba no mínimo 2.700mL de água por dia. Se praticar atividade física, aumente essa quantidade.

  • Utilize alimentos fibrosos diariamente, para estimular as glândulas salivares e também garantir o adequado funcionamento intestinal.

  • Siga com disciplina as orientações de higiene bucal recomendadas pelo seu dentista.

  • Se você apresenta problemas periodontais (gengivas que sangram), o controle deve ser rigoroso, pois 32% dos portadores de halitose têm como causa principal alterações periodontais. Assim, a forma mais efetiva de controle são as visitas periódicas a seu periodontista, que vai determinar a freqüência dos retornos, conforme a necessidade de cada caso.

  • Faça pequenas refeições a cada 3 horas, pois o jejum prolongado favorece a formação de metabólitos mal cheirosos que são eliminados no ar exalado.

  • Faça um check-up anual para manter a saúde geral.

  • Visite seu dentista semestralmente, lembrando que a avaliação periodontal também deverá ser realizada!

ALTERAÇÕES DO HÁLITO

Dicas para o dia-a-dia

INTEGRANDO A SAÚDE BUCAL

AO

CORPO HUMANO

Prevenção - Função - Estética

Questão social
O que você precisa saber
Teste: Devo fazer uma avaliação clínica?
Dicas para o dia-a-dia
Como é feita a avaliação
Como alertar
Show More
Dra. Denise Falcão - CRO 2206

© 2020 por Clínica Humanus. Criado com Wix.com