POUCA SALIVA / XEROSTOMIA

Causas

1.

Baixa ingestão de água
O bom funcionamento das glândulas salivares também depende muito da quantidade de água que você toma por dia, pois 99% da saliva é água!

2.

Tipo de dieta alimentar
Durante a mastigação as glândulas salivares são estimuladas a produzirem saliva. Se a dieta alimentar for muito pastosa suas glândulas salivares poderão deixar de funcionar adequadamente por falta de estímulo. Por outro lado, se você tiver baixa ingestão de proteínas poderá desenvolver a sensação de boca seca que é a xerostomia. 

3.

Uso frequente de determinadas bebidas
A ingestão abusiva de bebidas estimulantes do sistema nervoso simpático, como: café, chá preto, refrigerantes cola (coca-cola, pepsi-cola), chocolate, etc, podem prejudicar a irrigação sanguínea das glândulas salivares, diminuindo assim, o fluxo salivar devido à baixa da oxigenação local. Já o consumo frequente de vinho tinto poderá causar xerostomia (sensação de boca seca, apesar da quantidade salivar estar dentro dos padrões de normalidade).

4.

Doenças
Algumas doenças podem provocar um mau funcionamento das glândulas salivares ou a destruição das mesmas. Exemplo: diabetes, Parkinson, hipertireoidismo, Síndrome de Sjögren, depressão, infecções bacterianas e viróticas das glândulas salivares, etc.

5.

Uso de medicamentos
Mais de 1.800 medicamentos podem causar, como efeito colateral, redução da produção de saliva ou xerostomia (sensação de boca seca). Por exemplo: medicamentos para hipertensão, depressão, regimes, alergias, câncer, hipertireoidismo, etc.

6.

Radioterapia
Se a radioterapia ocorrer na região de cabeça/pescoço, as glândulas salivares poderão ser afetadas durante o tratamento do câncer.

7.

Uso de drogas lícitas e ilícitas
Bebidas alcoólicas, tabaco, maconha, etc.

INTEGRANDO A SAÚDE BUCAL

AO

CORPO HUMANO

Prevenção - Função - Estética

Causas
Consequências
Tratamento
Show More
Dra. Denise Falcão - CRO 2206

© 2020 por Clínica Humanus. Criado com Wix.com